Então eu me formei na faculdade (no meio de uma pandemia)

em 11 de agosto de 2020

Já que a banca foi online, tive que usar a criatividade pra fazer a minha foto de "TCC apresentado, fui aprovada!" 
Eis a vida do graduando quarentener 🤣

Sem dúvida alguma, se você perguntar para qualquer jovem como ele sonha concluir uma graduação de longos anos, uma pandemia não fará parte do pacote “sonhos de formatura”. Jamais. Nunquinha mesmo. 

Mas é óbvio que o universo não pergunta para ninguém – que dirá para os formandos – se tá tudo bem liberar um vírus maligno no mundo. A gente que lute, tanto para sobreviver como para se adaptar. 

E foi o que eu e meus colegas de turma fizemos. Apesar de ter que encarar um sistema de aulas e de orientação de TCC online que não nos agradou muito – não me levem a mal, a gente sempre teve plena consciência do privilégio que tínhamos pelo simples fato de poder continuar estudando, mas realmente não foi fácil ter que enfrentar essa virada de 360 graus em pleno último semestre da faculdade – e mesmo com a incerteza de como seria o desenrolar dos próximos meses em meio a essa pandemia, nós seguimos em frente e aceitamos o desafio de concluir a reta final da graduação como fosse possível, afinal, chegamos muito longe para desistir tão perto da linha de chegada. O jeito era continuar nadando sem deixar ninguém morrer na praia. 

No caso de você ser novo por aqui, o curso de graduação que escolhi fazer foi o de jornalismo. Pra quem não sabe, esse curso traz uma carga horária dividida entre matérias práticas e teóricas... Para azar de todos, é óbvio que algumas das práticas que estávamos mais ansiosos para ter acabaram ficando para esse último semestre, o que acabou resultando em uma grande frustração. 

Com esse novo cenário, tivemos que nos virar nos trinta para adaptar essas disciplinas práticas ao novo formato de aulas online. É a velha história da vida dando limões e da gente fazendo uma limonada – ou uma caipirinha, né? Porque dadas as circunstâncias, não tá fácil. 

Com aulas que, a princípio, eram para ser desenvolvidas em estúdios de rádio e TV, com equipamentos novos recém adquiridos, tivemos que fazer a limonada descer goela abaixo, com a prática sendo feita através de vídeos gravados pelo celular e programas de rádio gravados pelo computador. Claramente não foi a “experiência prática” que a gente imaginou, mas foi o melhor que deu pra fazer com os limões que a vida nos deu no momento. 

Embora esse novo sistema de aulas tenha sido, no mínimo, interessante, o ápice do semestre foi, sem dúvidas, o TCC. O curso de jornalismo conta com um diferencial na execução desse trabalho, com o aluno podendo escolher entre fazer a tradicional pesquisa (monografia) ou desenvolver um produto acompanhado de um paper (fundamentação teórica). Esse produto pode ser tanto um programa de rádio, um documentário, um radiodocumentário, um fotodocumentário, um livro-reportagem ou até mesmo um blog... Vocês já devem imaginar qual foi a minha escolha, né? 

Pois é, meu amor por essa plataforma falou mais alto e eu acabei desenvolvendo não apenas um blog, mas um blog literário como meu Trabalho de Conclusão de Curso. 

Foram 21 publicações realizadas ao longo do mês de maio, com as postagens indo desde textos escritos e ilustrados com fotografias autorais, como também me arrisquei na gravação de uma série de podcasts e até mesmo um vídeo falando sobre leitores digitais – sim, meu povo, Rafaela teve que colocar a cara no sol. 

Preciso dizer que o desenvolvimento desse TCC foi a melhor e a pior coisa desse semestre, tudo ao mesmo tempo e em constante conflito. Sim, eu sei, isso soa um tanto quanto maluco, mas é como aquele meme... “Só quem viveu sabe”. 

Ao mesmo tempo que foi realmente INCRÍVEL poder desenvolver um trabalho que é tão a minha cara, em um formato e sobre um assunto que eu amo tanto, foi também muito complicado conseguir fazer isso administrando a minha ansiedade, autocrítica e perfeccionismo extremo. Juntando isso com o contexto de pandemia que estamos vivendo e a orientação feita de forma online – que só serviu pra me mostrar que ensino a distância, definitivamente, nunca vai ser uma opção pra mim – resultou em um período bem estressante em que várias crises de choro (e algumas de ansiedade) me assolaram com frequência. 

Apesar dos pesares, por mais louco que isso possa parecer, eu sou muito grata por ter desenvolvido esse Trabalho de Conclusão de Curso durante o momento que estamos vivendo. Poder me agarrar a esse trabalho pra não surtar com todas as notícias horríveis do que vinha acontecendo no mundo foi realmente ótimo – fora que eu pude produzir conteúdo falando sobre a importância dos livros nesse período conturbado da quarentena. Ter a possibilidade de ressaltar a relevância da literatura, de incentivá-la e ainda compartilhar o amor que sinto pelos livros na tentativa de despertar, ainda que minimamente, esse mesmo sentimento em quem ainda não descobriu o universo incrível das histórias e das palavras, foi realmente uma experiência única. Eu não poderia ter escolhido forma melhor de concluir a minha graduação em jornalismo. 




Embora de modo muito turbulento e regado de incertezas, foi assim que eu conclui os meus quatro anos de jornalismo. Apesar de mal ter tido aulas presenciais esse semestre, de não ter confraternizado tanto quanto gostaria com os meus professores e colegas de curso, de ter me estressado horrores e ter enfrentado limitações e dificuldades por conta da pandemia, e de nem mesmo ter conseguido me despedir da faculdade (sim, sou dessas. Preciso desses rituais de fechamento, me deixem) ou de ao menos saber se vou ter e quando vai ser a minha colação de grau, foi um encerramento e tanto que com certeza vai ficar guardado na memória pra sempre. 

No caso de você ter ficado curioso sobre os conteúdos que eu desenvolvi para o blog-produto do meu TCC, fiquem tranquilos. Estarei repostando algumas das publicações aqui no Inconstante Controvérsia, então fiquem de olho pra não perder. Ansiosa pra compartilhar um pouco mais desse trabalho com vocês! ❤


3 comentários:

  1. Oi, Rafaela!
    Essa situação do coronavírus pegou todo mundo de surpresa! Estava esses dias mesmo pensando, que eu jamais imaginaria 1 ano atrás que tudo isso iria acontecer..
    Estou pensando em começar a cursar Jornalismo ano que vem, e seu post me animou! Eu com certeza iria escolher o blog para meu TCC também haha. E já quero ler os posts que você criou!!
    Parabéns por ter concluído a graduação, mesmo com todos os desafios e empecilhos!! ♥

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  2. Oi, Rafaela como vai? Parabéns por ter se formado, ainda mais em meio a esta pandemia inesperada pelo planeta. Desejo-lhe tudo de bom para você! Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Rafa, tudo bem???
    PARABÉNS!
    Estou ansiosa para ver, vocÊ vai postar o podcast e o vídeo também pra gente conferir?
    Eu fiz pós online, mas passei cada estresse que só penso em conferir materiais de idioma mesmo, porque fica muito difícil
    Eu te acompanhei no twitter, que alegria poder tr colado grau e achei muito interessante como o TCC de jornalismo é diferente, gostei!!
    E sucesso nesse novo ciclo, UHUUUUUL!!!

    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir


A opinião é livre, não pode nem deve ser violentada.
(Baltasar Gracián y Morales)