30 de agosto de 2018

Escolha dos protagonistas de "Hush, Hush" no cinema

Aqueles que "despertaram" para o mundo da leitura com a febre causada pelo sucesso de "Crepúsculo" em 2008, com certeza irão se lembrar do boom de lançamentos da literatura YA sobrenatural. Se você é dessa época, a menção de um certo anjo caído deve trazer boas lembranças... Principalmente em se tratando de Patch Cipriano, o bad boy que só usava preto e que com certeza compunha a sua santíssima trindade dos boy magia literários da época (muito provavelmente acompanhado de Edward Cullen e Jacob Black). 

Lançado em 2009, "Sussurro" foi o primeiro livro da saga "Hush, Hush", da autora Becca Fitzpatrick. Com sua história narrada pela perspectiva de Nora Grey, conhecemos um pouco de sua pacata vida. Como se já não bastasse ter que lidar com todos os dramas da adolescência e do ensino médio que fase, hein migos? ela ainda se depara com mais uma: Patch Cipriano, que como todo bad boy de respeito, obviamente, esconde um mega segredo: na verdade, ele é um anjo caído.

Resultado de imagem para holy shit gif
Resultado de imagem para surprised by the book gif Resultado de imagem para holy shit gif

Pois é meu povo, se já tava difícil de lidar com os dramas da vida adolescente, imagina depois dessa?  Só vai complicar ainda mais a cabeça - e o coração - da pobre Nora. E obviamente que o nosso também, né mores? Por que se não for pra sofrer junto e se apaixonar por boy que não existe a gente nem perde tempo, né nom? não adianta negar que EU SEI!

A questão é: apesar de todas nós, leitoras, já termos nos apaixonado pelo Patch logo que ele apareceu em nossas vidas, foram necessários quase 10 ANOS para que a indústria cinematográfica reconhecesse  todo esse potencial!

Resultado de imagem para ten years gif

Muitos de vocês já devem ter visto que foi anunciada a escolha dos atores que irão dar vida ao Patch e a Nora nos cinemas e, eu não sei vocês, mas toda a minha visão, construída e idealizada ao longo de quase 10 anos, de como seriam esses dois chuchuzinhos, com certeza destoa COMPLETAMENTE da escolha que fizeram.

Eu sei que, em grande parte, os fãs devem ficar felizes por uma adaptação dessa história finalmente acontecer nos cinemas, mãaaas... Pra mim essa escolha de atores tão diferentes da idealização feita pelos fãs não faz o menor sentido. E eu vou dizer o porquê.

20 de agosto de 2018

Resenha: Obsidiana - Jennifer Armentrout



Título Original: Obsidian
Autora: Jennifer L. Armentrout
Série: Saga Lux (vol. #1)
Ano: 2015
Editora: Valentina
Páginas: 320

Sinopse: Começar de novo é um saco. Quando a gente se mudou para o interior, bem no início do último ano do colégio, eu já vinha me preparando para o sotaque caipira, o tédio, a internet lenta e um monte de chatices... Até dar de cara com o meu vizinho lindo e seus intimidantes olhos verdes.
Hummm... os prognósticos estavam melhorando.
Até que... Ele abriu a boca. Daemon é irritante. Arrogante. Dá vontade de matar. A gente não se dá bem. Não mesmo. Mas, quando um caminhão quase me transforma em panqueca, o garoto literalmente congela o tempo com um aceno de mão, e aí, bom, algo inesperado acontece.
O alien gato [meu vizinho] tem poderes!!! Você me ouviu bem, ALIEN! A verdade é que ele e a irmã têm uma galáxia de inimigos que querem roubar seus poderes. O rastro que deixou em mim brilha como uma árvore de Natal, e isso não é nada bom. O único jeito de sair viva dessa é ficar colada em Daemon, até a magia alienígena desaparecer.
Quer dizer, isso se eu não matar o cara primeiro.

Resenha originalmente escrita no final de 2015, aprimorada em 2017 e publicada em 2018 (don't judge me). Meu sentimento de amor continua o mesmo, só pra registrar <3

Depois de muitos pedidos - mas muitos pedidos MESMO -, finalmente uma editora brasileira decidiu ouvir a voz do povo afinal, estamos falando da voz de Deus, né não? u_u e investir na publicação da Saga Lux aqui no Brasil.

Sempre tive muita curiosidade com relação a esses livros, pois nunca li nenhum comentário negativo a respeito, fora todas as campanhas que vi no Facebook por parte dos leitores para trazer a saga pra cá. Tanta insistência não poderia ser em uma coisa que não valesse a pena, não é mesmo?
Não pretendia comprar e muito menos ler "Obsidiana" tão cedo, por motivos de: minha ansiedade extrema não permite. Sério gente, eu sou ansiosa a um ponto que eu não consigo começar a ler série alguma que não esteja completa. Eu fico em uma agonia tão grande pelo próximo volume que não consigo me concentrar em nenhuma outra leitura. Então, pra mim, já é de praxe esperar os livros serem lançados, todo mundo lendo e eu ficando pra trás e eu esperando pelo menos anunciarem a data do lançamento do último livro. Só aí que eu começo a ler.

Mãaaaas, eis que a blogueira que vos fala tinha que ir ao shopping e, assim como também já é de costume, tinha que passar por aquelas belas portas daquele local mágico chamado livraria. E eis que "Obsidiana" estava lá, em todo seu esplendor e formosura esverdeada, por menos de trinta reais - o que é realmente surpreendente, considerando os preços cobrados nas livrarias físicas. Eis que pego o livro, me apaixono pela capa e, acima de tudo, pelo bofe da capa. SENHOR JESUS, cadê esse macho na minha vida? e por todo trabalho gráfico maravilhoso. E então pensei: "Vou ler só a primeira página..."
Eu juro que realmente acreditava que conseguiria sair da livraria sem novos rombos na carteira a iludida, afinal, são pouquíssimos os livros que conseguem nos fisgar logo na primeira página... E foi aí que eu quebrei a cara, porque "Obsidiana", meu amigo, faz parte desse seleto grupo.

4 de março de 2018

Positivo e Negativo: Motivos para ler "Música do Coração", da Katie Ashley


Olá meus amores! Tudo bom? ^-^
Hoje eu trago pra vocês um pouquinho das minhas opiniões com relação a minha última leitura de 2017: Música do Coração, da escritora Katie Ashley. Como eu vi que esse estilo de resenha com as pontuações positivas e negativas foi bem recebido por vocês, decidi dar continuidade a ele. É claro que não é toda resenha que eu consigo pontuar dessa forma, mãaaas... Com esse livro em específico, não pude pensar em maneira melhor de resenhá-lo. Ficou curioso? Então segura na minha mãozinha macia e perfumada e bora lá! \o

Autora: Katie Ashley | Ano: 2014 | Editora: Pandorga | Páginas: 320Sinopse: Para Abby Renard, o plano era para ser simples, se juntar a banda de seus irmãos na última etapa da sua turnê de verão, e decidir se ela está finalmente pronta para a ribalta, tornando-se o seu quarto membro. É claro que ela nunca imaginou que tropeçar no ônibus de turnê errado na Rock Nation, teria acidentalmente pousado-a na cama de Jake Slater, o notório vocalista mulherengo da Runaway Train. Quando ele a confunde com uma de suas groupies, Abby rapidamente esclarece que ela com certeza não está na sua cama de propósito. Jake Slater nunca imaginou que o anjo que caiu na sua cama iria resistir a seus encantos, no mesmo instante o deixou de joelhos. Naturalmente, o fato de que ela parece uma menina certinha do coro poderia ser qualquer coisa, menos o tipo dele. Então, ele está mais do que surpreso quando, depois de apostar com Abby que ela não duraria uma semana no seu ônibus de turnê, ela está mais do que disposta a provar que ele estava errado. Com a vida pessoal de Jake implodindo a sua volta, ele encontra uma improvável aliada em Abby. Ele nunca conheceu uma mulher que pudesse conversar, brincar, ou o mais importante fazer música com ela. Quando a semana começa a chegar ao fim, nem Abby, nem Jake estão prontos para seguir em frente. Pode uma cantora de Country querida e um bad boy do rocknroll, de verdade, terem um futuro juntos?

21 de fevereiro de 2018

Por que "Pantera Negra" vem recebendo tanto hype?


Olá meus amores, tudo bom com vocês? ^-^
Na última quinta-feira (15) o filme Pantera Negra teve sua tão aguardada estréia. Eu não sei vocês, mas desde que o primeiro trailer foi lançado, eu tava que não me aguentava de ansiedade. Eis que o dia finalmente chegou e eu corri logo pro cinema garantir a minha poltrona e o meu pacote de salgadinhos nada saudáveis pois é meu povo, sou meio ET e não curto pipoca.

Quem é viciado em redes sociais e fica muito tempo na Internet vulgo todos nós já deve ter visto que, apesar de fazerem poucos dias desde que o filme foi lançado, Pantera Negra vem recebendo muitas críticas positivas, garantindo um hype quase imediato e gerando curiosidade em quem ainda não foi conferir o filme.

É claro que, ao sair da sala de cinema, fica nítido o por que do longa estar fazendo tanto sucesso. Destaco aqui 4 motivos: