11 de abril de 2013

Resenha: O Segredo de Emma Corrigan - Sophie Kinsella



Título Original: Can you keep a secret?
Autora: Sophie Kinsella
Editora: Record
Ano: 2005
Páginas: 383

Sinopse: Emma, uma inglesa perto dos 30 anos, mas longe de uma definição na vida. Na memória ela guarda situações ultraconfidenciais: como perdeu a virgindade enquanto os pais assistiam Ben-Hur na sala de TV, o que pensa sobre o namorado, as peças que prega nos colegas de escritório, seu peso real. Funcionária Júnior da Panther Corporation, uma empresa de produtos energéticos e esportivos com filiais por toda Grã-Bretanha, Emma vai a Glascow participar da reunião de marketing sobre um novo refrigerante, a Panther Cola. O que parecia uma grande oportunidade profissional se transforma num pesadelo. Como se não bastasse ter derramado a bebida num superior, seu voo de volta para casa quase cai. Em momentos de tensão as pessoas fazem as coisas mais estranhas. E Emma Corrigan não é exceção. Acreditando estar a um passo de uma morte trágica, ela conta todos os seus pequenos pecados para o passageiro ao lado. Afinal, qual a probabilidade de vê-lo de novo? Ainda mais com vida?

Mas o destino decide brincar com a protagonista: o avião pousa em segurança e o distinto cavalheiro nada mais é que o fundador e presidente da empresa onde trabalha. E além dos segredos pessoais, Emma abriu o verbo sobre todos os colegas da Panther e suas estratégias para enrolar no serviço. Para recuperar o respeito profissional - e voltar às boas com o pessoal do escritório - Emma se mete nas situações mais inusitadas, quase novelísticas. Mas com as quais todas as mulheres acabam se identificando (www).

Mesmo estando somente na metade de 'Belle' (estou lendo no momento), eu realmente precisava de um livro mais leve para conseguir voltar a me concentrar na leitura. Sabe quando a história já está meio densa e você consegue arranjar desculpa pra tudo, além de aumentar a sua preguiça em pegar o livro pra ler? pois é. Então pensei: O que melhor do que um chick-lit para aliviar essa preguiça? e melhor ainda, por que não um da Sophie diva Kinsella?   *-* e foi assim que começou o meu vício nesse livro u_u

"Certo. Preciso me controlar, caso contrário vai ser como na vez que levei a minha afilhada Amy para ver Tarzan, o desenho da Disney, e quando as luzes se acenderam ela estava  dormindo a sono solto e eu chorando baldes, cercada pelos olhos arregalados de um monte de crianças de quatro anos. (Em minha defesa devo dizer que foi bem romântico. E Tarzan era bem sensual)." (Página 360)

Fazia muuuuito tempo que eu não sentia aquela necessidade enorme de virar a noite lendo tipo, muito tempo MESMO, e muito menos aquela vontade louca de ficar somente no livro, sem dar atenção para o Facebook ou os meus queridos dramas e animes <3. Comecei a leitura de 'O Segredo de Emma Corrigan' lá pelas 23hr de uma quinta-feira, e o meu amor pela história foi tão profundo que eu mal vi as páginas avançando ou os ponteiros do relógio correndo para a hora seguinte. Só consegui dar uma desgrudada do livro lá pela 1hr30min da manhã porque se não parasse, não conseguiria acordar para a aula do dia seguinte e perderia prova ~.~ mas sabe quando a história está tão boa que é quase impossível largar o livro? juro que se não fosse pela minha prova no dia seguinte, teria virado a noite lendo e matado aula no dia seguinte *u*.
O livro pode ser lido facilmente em um dia, pois eu comecei na noite de quinta e terminei um pouco depois da meia-noite de sexta/sábado, sendo que só consegui pegar o livro durante a noite. 

"Ouço alguém atrás de mim recitando "Ave Maria cheia de graça..." e um novo pânico de causar engasgo me domina. Tem gente rezando. É sério.
A gente vai morrer.
A gente vai morrer." 
(Página 29)

Esse é o segundo chick lit que eu leio da Sophie, e devo dizer que a cada história me apaixono ainda mais por essa autora. Mesmo que a publicação desse livro seja mais antiguinha do que a de 'Fiquei com o seu número', o talento da autora com as palavras é tão notável quanto nesse segundo livro. 

Gargalhei loucamente com a propensão a desastres da Emma, morri de rir das situações constrangedoras que ela se enfiava quando estava com o Jack devido aos segredos que ela contou a ele sério gente, acho que foram as situações mais cômicas já retratadas em um livro! é totalmente impagável! , fiquei com raiva da fofura, da bondade, positividade e do jeito certinho e cem por cento Ken do Connor nunca confio em personalidades muito bondosas ou perfeitas T^T, tive vontade de matar a Kerry com o seu nariz empinado e sem-vergonhice em usurpar o lugar da Emma na família, e quase tive um ataque de risinhos e felicidade em um determinado momento em que ela tem a boca calada e a cara lá no chão do modo mais vergonhoso possível *-*, morri de rir com os pensamentos da Jemima em relação aos homens, e dos seus ensinamentos vingativos para com eles. Foram inúmeras as situações que eu suspirei, gargalhei ou quase tive um ataque epilético de tanto rir lendo esse livro, e acho que sem dúvida alguma foi um dos chick lits mais engraçados que já li na vida (mesmo ainda preferindo a história de 'Fiquei com o seu número' achei mais fofo)

"Ele vai me demitir. Vou ter uma ficha de desonesta e ninguém nunca mais vai me dar emprego, e vou terminar no documentário sobre os "Piores empregos da Grã-Bretanha", limpando bosta de vaca e dizendo toda alegre: "Na verdade não é tão ruim". (Página 79)

Acho que só tenho duas críticas quanto a história:
1- Carência de detalhes e características físicas dos personagens. Quem acompanha o blog há um tempo já sabe o quanto eu fico #chateada quando a autora esquece de 'descrever' um personagem fisicamente. Não precisa detalhar e descrever tudo, mas pelo menos o básico é necessário né? o que mais me incomodou é que a autora até deu alguns detalhes e características dos personagens, mas não da Emma D: . Foram mais dos personagens secundários, e algumas coisinhas sobre o Jack, o que me deixou frustrada pois nunca conseguia imaginar cem por cento a Emma enquanto lia o livro \:
2- Final meio apressado e a mudança de 'clima' que a história toma. O livro é super engraçado e eu ri horrores, mas é quase palpável a mudança que a autora dá ao rumo dos acontecimentos. As coisas vão perdendo aquele ar cômico e divertido, e indo mais pro lado melodramático e misterioso, o que não é chato (pelo contrário, até te instiga ainda mais a chegar logo ao fim) mas desaponta um pouquinho os leitores que buscavam mais uma comédia do que um drama, sabe? 
Tirando isso, a outra coisa que me irritou foi a pressa que a autora teve em terminar a história. Acontecimentos que durariam pelo menos uns três capítulos ela resumiu quase totalmente em um capítulo ou algumas páginas. Isso foi meio triste porque se ela tivesse trabalhado um pouquinho mais o final, a história teria se concluído de uma forma ainda melhor \:

"Ah meu Deus, Jemima estava certa, eu me envolvi com um mafioso.
Certo. Não entre em pânico. Eu posso escapar. Posso entrar para o esquema de proteção de testemunhas. Meu nome novo pode ser Megan.
Não, Chloe. Chloe de Souza." (Página 349)

O livro é narrado em primeira pessoa e faz uso quase que inteiramente da linguagem informal, então não estranhe caso você se deparar com um 'Porra!' , 'Puta que Pariu' e coisas do gênero. Isso particularmente não me incomoda, pelo contrário, acho que deixa a história ainda mais gostosa de ler e fácil de se identificar, pois aproxima os personagens do leitor (afinal, quem nunca solta vários um palavrão no dia-a-dia? u_u).
Também encontrei alguns errinhos de revisão, mas nada que interferisse na leitura. Ah, é válido acrescentar que o livro ainda está com a publicação 'original', ou seja, ele não está escrito de acordo com as novas regras ortográficas (; 

"Meu sutiã está aparecendo. O sutiã de renda cor-de-rosa. O que ficou meio frouxo depois da lavagem.
Era por isso que todo mundo estava sorrindo para mim. Não porque o mundo é um lugar bom, mas porque eu sou a mulher do sutiã cor-de-rosa deformado." (Página 23)

Enfim, 'O Segredo de Emma Corrigan' é um livro mais que recomendado se você curte chick lits, romance, muita comédia, um pouquinho de drama e mistério, além de ser uma ótima leitura para passar o tempo ou pra dar uma limpada no paladar entre um livro mais denso e outro. Super indicado para todo os públicos! n__n

"Então, vejamos de que modo espetacular eu cometi esse erro, certo? Estou sentada num avião ao lado do grande Jack Harper, gênio criativo e fonte de toda a sabedoria nos negócios e no marketing, para não mencionar os grandes mistérios da vida em si.
E o que eu faço? Alguma pergunta perspicaz? Tenho uma conversa inteligente com ele? Aprendo alguma coisa com ele?
Não. Falo sobre o tipo de calcinha que eu prefiro.
Grande passo na carreira, Emma. Um dos melhores." (Página 88)

14 comentários:

  1. Olá Rafaela!
    Eu sou superfã da Sophie Kinsella e morri de rir das personagens! Com Emma não foi diferente, me diverti muito, sentia vergonha por ela, e as vezes muita raiva. Assim que eal começou a contar os segedos para o Jck me deu uma vontade de entrar lá e sacudir a Emma. Muito sem noção!!
    Ainda não pude ler "Fiquei com o seu número" mas espero ler em breve!
    ótima resenha flor!!

    Beijão,
    lovesbooksandcupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tahis, tudo bom? (((:
      e tem como não virar fã dessa autora? acho quase impossível! u_u auhduashdiuahsiduhasiuhdiuasd.
      Néé? comigo foi a mesma coisa! E quando os segredos dela começaram a aparecer no trabalho, e ele agia daquele modo: "É mesmo?" , "Ah, então você é fulana(o)" choraaaava de rir! XD kkkkkkkkkk.
      Leia sim benzitcho, pois a história é muito boa! *.*
      Muitíssimo obrigada! n__n


      BEEEEEEEEEEEEEIJINHOS E VOLTE SEMPRE! :* <3

      Excluir
  2. Oi Rafaela, tudo bem?

    Fiquei com o seu número está na minha lista de espera pra eu poder ler. Vejo as pessoas falando muito bem dessa autora e to bem curiosa pra poder tirar a prova dos 9 também! huahuahua Adorei a sua resenha

    beijos
    Kel
    http://porumaboaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kel, tudo ótimo e você? ((:
      eu se fosse você daria uma boa adiantada em algum livro dela, porque eu te garanto, assim que você ler será amor na certa u_u kkkkkkkkkkkkkk.
      Fico feliz que tenha gostado! n__n

      BEEEEEEEEEEEIJINHOS E VOLTE SEMPRE! :* <3

      Excluir
  3. Sou apaixonada por chick lits. E quando estamos em uma leitura dificil que não flui muito bem, realmente não tem nada melhor! Também faço isso sempre rsrs

    Beijos
    Dani - http://chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E não é? não tem nada melhor pra dar uma aliviada na tensão de uma leitura mais complicada u_u sdhuisdasduashudiasdhuaisd


      BEEEEEEEEEEEIJINHOS E VOLTE SEMPRE! :* <3

      Excluir
  4. Demorei mas comentei! Hahhaha... Adoro suas resenhas. Já tinham me recomendado o livro, mas nunca tinha lido uma resenha. Agora estou bem mais ansiosa!
    Bjs

    duasamigas-variosmundos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que vale é a intenção \o ausdhuiahsduhasiudhaid.
      Awwwwwwn, que amor! *u* fico mais do que feliz em saber disso *------*.
      Espero que possa gostar da leitura tanto quanto eu ^-^


      BEEEEEEEEEEEIJINHOS E VOLTE SEMPRE! :* <3

      Excluir
  5. Oi Rafa, nossa tava sumida hein? cansei até de entrar no blog e n ver nada novo por semanas haha
    Como sempre, adorei sua resenha, vc tem um talento pra isso serio, msm qdo n conheço o livro, sinto necessidade de comentar só pela resenha ser tão boa huahsua
    Não conhecia esse, e lendo a sinopse, não me interessei mto não, não faz o meu estilo, mas sua resenha conseguiu me despertar um tiquinho de interesse por ele hehe :)

    Beijos :)

    Mari
    http://www.quinzeprimaverasescritas.blogspot.com.br/

    p.s. Li A Maldição do Tigre (sua resenha me obrigou a comprá-lo huahsua) e estou apaixonda ft viciada! Me desesperei e já to lendo A Viagem do Tigre já :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, tuuuudo bom? ((:
      pooois é benzitcho! a escola é uma coisa chata quando se é blogueira \: Ah, também não exagera! não foram semaaaanas, somente UMA semana mais o menos... >< ahsiudhaiusdhiuahdiad.
      Awwwwn, fico mega feliz em saber que você gostou! *.* aaaaaain Deus, cheguei a ficar sorrindo aqui feito boba com esse elogio linds *u* sério, muitíssimo obrigada Mari <3
      Que bom saber! *-* as vezes a sinopse não chama muita atenção mesmo, mas a resenha contribui para uma mudança de opinião [[:

      Que bom que você gostou! pelo menos eu te influenciei a comprar algo que você curtiu né? u_u asudhauishdiuahsdiuahiusd.


      BEEEEEEEEEEEEEEEEIJINHOS E VOLTE SEMPRE! :* <3

      Excluir
  6. Ainda tenho que ler um livro dessa autora, normalmente sempre falam muito bem.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já passou da hora né benzitcho? u_u se falam tão bem é porque ela realmente merece todos esses elogios [; adshaiushdiuashiudhaiusdhiuasd.
      Leia sim que eu tenho certeza que você não irá se arrepender! ^-^

      BEEEEEEEEIJINHOS E VOLTE SEMPRE! :* <3

      Excluir
  7. Rafinha, só de ler os trechos que você adicionou à resenha, já fiquei louca de vontade de ler esse livro. HAHAHAHHAHAHA
    Normalmente, quando falam a respeito dele, dizem que é o melhor da Sophie Kinsella. Sério, já li MUITA gente dizendo isso. Ma é bacana saber que, como todos os outros livros, ele tem alguns detalhes dos quais você não gostou ou
    que ficaram faltando, talvez.
    A Emma deve ser uma daquelas personagens incríveis de chick-lit, das quais a gente até sente falta <3
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa foi a intenção! u_u asudhaushdiuahsiduahuduasd.
      Pois é! eu também sempre leio que ele é o melhor da Sophie, mas eu acho que cada livro dela é bom de formas diferentes, seja pelo romance ou pela comédia u_u.
      Acho que todos os livros possuem esses pontos, né Ana? \: pelo menos, eu nunca consegui ler um livro que amasse cem por cento e que não faltasse nada (pelo menos ao meu ver).
      Sim sim, tenha certeza disso! *----*

      BEEEEEEEEIJINHOS E VOLTE SEMPRE! :* <3

      Excluir


A opinião é livre, não pode nem deve ser violentada.
(Baltasar Gracián y Morales)