30 de novembro de 2012

Resenha: Ecos da Morte - Kimberly Derting

Autora: Kimberly Derting
Editora: Intrínseca
Série: The Body Finder (vol. #1)
Ano: 2011
Páginas: 268

Sinopse: Violet Ambrose tem dois problemas: o dom mórbido e secreto que carrega desde a infância e Jay Heaton, seu melhor amigo, por quem está apaixonada. Aos dezesseis anos e confusa com os novos sentimentos em relação a Jay, ela está cada vez mais desconfortável com sua estranha habilidade. Violet encontra cadáveres. Desde muito pequena, percebe os ecos que os mortos deixam neste mundo. Ruídos, cores, cheiros. Mas não todos: apenas os das vítimas de assassinato.

 Para ela, isso nunca foi um grande talento. Na maioria das vezes, tudo o que encontrava eram pássaros mortos, deixados para trás pelo gato da família. Mas quando um serial killer começa a aterrorizar a pequena cidade onde mora e os ecos das garotas mortas a perseguem dia e noite, Violet se dá conta de que talvez seja a única pessoa capaz de detê-lo. Em pouco tempo, ela estará no rastro do assassino. E ele, no dela.

Depois de uma sinopse dessas, quem não ficaria morrendo de curiosidade para ler esse livro? u_u . Confesso que nunca li nada do gênero, e do meu ponto de vista 'Ecos da Morte' foi um bom começo. Normalmente, quando pensamos em um thriller, logo nos vem a imagem de um livro que só tem assassinato e psicopatas, e ok, esse livro tem muito disso, mãaaas, também tem um romance que ajuda a balancear a história, o que conta muitos pontos positivos pra quem não é muito familiarizado com o gênero.

Quando eu vi o nome desse livro e fiquei sabendo do que se tratava (uma menina que pode ouvir, ver, ou sentir os ecos do cadáver de uma vítima de assassinato) pensei que a história seria super macabra e que do jeito que eu sou medrosa acabaria desistindo da leitura... mãaas, como eu adoooorei essa capa e essa 'ficção diferente' acabei me rendendo ao livro, e devo dizer que não me arrependo.

"Violet levou mais tempo do que deveria para perceber que o caminho pelo qual estava seguindo não era aleatório e que estava sendo puxada... atraída. 
Algo a chamava.
        Algo morto. (pág. 54)"

Admito que a história demora pra se desenvolver, na verdade, foi a partir do capítulo 10 que o foco da história começou a ser mais os assassinatos do que a paixonite que Violet tem por Jay. Sabe aquela coisa de 'amor não correspondido' que na verdade é correspondido só que a mocinha é lenta demais pra perceber e por isso fica se lamentando? pois é, bem isso mesmo u_u uashidhaiudhaiusd.

Mesmo tendo sido uma coisa bem melosa a relação entre Violet e Jay, eu até que gostei quando as coisas finalmente aconteceram, sabe? ficou bem mais meloso, e uma relação bem dependente mãaaas, não é novidade que eu adoro uma coisa assim >< ahdiuahsiudhasihdisuad.

"Precisava encontrar o assassino, e tinha de detê-lo antes que ele pudesse machucar mais alguém.
Como faria isso, se estava ocupada demais apaixonando-se por seu melhor amigo? (pág. 107)"

Um ponto negativo para a autora é que ela também não é daquelas que da muitos detalhes físicos dos personagens, sabe? aí ficou meio difícil da minha imaginação fluir de acordo com o livro, mãaas, nada que a atrapalhe de funcionar u_u

Um dos pontos positivos, na minha opinião, da narrativa da autora, é que ela intercala alguns dos capítulos em que a história vai acontecendo ao redor de Violet, com 'partes' são somente 2 páginas, então não se pode chamar de capítulo narradas de acordo com o pensamento do assassino, como se ele estivesse narrando a história. E são nessas curtas partes que nós descobrimos um pouco mais sobre como ele captura suas vítimas e o quão perturbada sua mente é o.o . Isso me agradou bastante, porque mostrava o lado mais 'maníaco do parque' do livro depois de um capítulo super 'histórinha adolescente', sabem?

"Estava bonita. Linda, até, pensou desejoso enquanto a examinava. Tinha o ar de uma menina que não fazia ideia de quão sedutora era aos homens deste mundo. Ele gostava disso... da inocência da garota. (pág. 245)"

O livro é uma leitura bem rápida (li em um dia), com um trabalho muito bem feito na capa, folhas amarelas, e narrativa em terceira pessoa. Tem todo um romance fofo, ao qual estamos acostumados na literatura YA de hoje em dia, mas ainda temos algumas cenas voltadas para uma mente perturbada. Eu definiria o livro como um thriller para adolescentes, mas não posso falar muito a respeito, pois como já disse no começo do post, esse foi o meu primeiro livro do gênero ou o mais próximo a isso.

Recomendo bastante pra quem curte ficção, mas já está um pouco cansado do mundo dos vampiros, lobisomens e anjos. E também para quem curte romances bem açucarados, mas que mesmo assim não deixa de ser um bom romance. Uma leitura leve e rápida, que nos faz rir e sorrir com os diálogos bem elaborados da autora, além de o final da história deixar um bom gancho para o próximo volume: Desejo dos Mortos. Aprovado! (;

"Era um eco audível. E continuava forte, ainda não diminuíra com a passagem do tempo. Violet conseguiria rastreá-lo. Ela o reconheceria em qualquer lugar. Em qualquer época.
 E o homem que carregava aquela marca não fazia ideia disso.
 Ela de repente se sentiu como a predadora, que carregava a mais poderosa das armas. Agora se tornaria a caçadora... e ele, a caça. (pág. 129)"

12 comentários:

  1. Oieee! Eu tava meio com o pé atrás com esse livro simplesmente porque como você eu também sou muito medrosa e não saberia se iria aguentar a leitura. Mas agora que li a sua resenha vi que o livro não é assim, um bicho de sete cabeças e que eu posso encarar tranquilamente. :p
    Já vou colocar novamente na minha listinha de desejados, quem sabe um alma caridosa não me dê de Natal? hehehehehe

    Bjs


    Books and Movies

    Obs: No meu blog tá rolando o sorteio do livro Fallen. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uhsdiuhaisudhuaishdisd, sei bem como é u_u. Sim sim, sem dúvida alguma é uma leitura tranquila para os medrosos, e eu sou a prova viva disso \o sudhaiushdiuahsid.
      Eu até participaria do sorteio benzitcho, mas eu já li 'Fallen' e não curti \\\:

      BEEEEEEEEEEEEIJINHOS E VOLTE SEMPRE! :* <3

      Excluir
  2. aiiiin, flor eu queria muito ler esse livro, e ele está sempre em promo no submarino né...
    Ameiii sua resenha viu!!!

    Beijinhos da Táta

    http://umdiaacadalivro.blogspot.com.br/
    @umdiaacadalivro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você quer ler o livro, ele está sempre em promoção... o que te impede de comprá-lo? o.o haudhiushdiuashdiuhasiasd.
      Fico feliz que tenha gostado! n___n

      BEEEEEEEEEEEEIJINHOS E VOLTE SEMPRE! :* <3

      Excluir
  3. Eu gostei do livro, mas esperava mais. A sinopse era incrível, então esperava um livro incrível, mas foi bem água com açúcar. Mas gostei.

    Beijos,

    Carissa
    http://artearoundtheworld.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu também tinha altas expectativas... mas não acho que tenha sido tão água com açúcar assim. Creio que foi um tipo de introdução da história, e tenho esperanças das coisas melhorarem no segundo volume \o uasihdiuahdiuahusi.

      BEEEEEEEEEEEIJINHOS E VOLTE SEMPRE! :* <3

      Excluir
  4. Nunca me interessei por esse livro mesmo vendo umas resenhas. Mas parece ser uma história legal pra quem curti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, sem dúvida é uma história legal *.* ushiduahiudhsd.

      BEEEEEEEEEEEEEIJINHOS E VOLTE SEMPRE! :* <3

      Excluir
  5. Estou louco para ler esse livro, parece ser ótimo vou tentar lê-lo na minhas férias 0/

    Beijos.
    Guilherme.
    http://umcompulsivoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, tem uma história bem legal! tente sim, tenho certeza que não irá se arrepender u_u

      BEEEEEEEEEEEEEEIJINHOS E VOLTE SEMPRE! :* <3

      Excluir
  6. Eu estava com uma certa vontade de ler este livro e adorei a resenha!!! Muito boa, assim como o blog.
    tudodoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aaaaaaaawn, que amor! <3 muuuuuito obrigada, de coração! n___n

      BEEEEEEEEEEEEEEIJINHOS E VOLTE SEMPRE! :* <3

      Excluir


A opinião é livre, não pode nem deve ser violentada.
(Baltasar Gracián y Morales)